Publish date: 08/16/2018

A cada três caminhões vendidos no Brasil, um tem motor Cummins
 
A Cummins Brasil está alinhada com a retomada dos mercados em que atua e registra aumento de 60% na produção de motores, com um total de 22 mil unidades produzidas no primeiro semestre de 2018. O segmento automotivo representou avanço de 59% no mesmo período e o crescimento foi positivo também no segmento de ônibus (+75%), construção (+58%), geradores (+39%), entre outros.
 

Publish date: 08/13/2018

Novo motor começa a ser produzido oficialmente pela companhia no início de 2019, na planta de Rocky Mount, na Carolina do Norte.
 

Publish date: 08/07/2018

A Cummins Inc. estreia no Ford Fusion Nº 14 do piloto Clint Bowyer na corrida da Monster Cup NASCAR, no próximo dia 18 de agosto, no autódromo Bristol Motor Speedway, em Tennessee, compartilhando o patrocínio principal com a Rush Truck Centers, principal provedor de soluções para a indústria de veículos comerciais. A segunda corrida está agendada para o dia 14 de outubro, em Talladega Superspeedway, no estado do Alabama, nos EUA.
 

Publish date: 07/31/2018

Receita do segundo trimestre de 2018 foi de US$ 6,1 bilhões

COLUMBUS, Indiana - (31/07/2018) -  A Cummins Inc. divulgou hoje o relatório de faturamento do segundo trimestre de 2018. A companhia arrecadou US$ 6,1 bilhões, um aumento de 21% em relação ao mesmo trimestre de 2017, atingindo um novo recorde trimestral. A Cummins Inc. apresentou crescimento nos principais mercados em que atua, graças a boa demanda por caminhões, equipamentos de geração de energia, construção e mineração. Fatores cambiais impactaram favoravelmente as receitas em 1%.

Publish date: 07/31/2018

Receita do segundo trimestre de 2018 foi de US$ 6,1 bilhões

COLUMBUS, Indiana - (31/07/2018) -  A Cummins Inc. divulgou hoje o relatório de faturamento do segundo trimestre de 2018. A companhia arrecadou US$ 6,1 bilhões, um aumento de 21% em relação ao mesmo trimestre de 2017, atingindo um novo recorde trimestral. A Cummins Inc. apresentou crescimento nos principais mercados em que atua, graças a boa demanda por caminhões, equipamentos de geração de energia, construção e mineração. Fatores cambiais impactaram favoravelmente as receitas em 1%.